A- A A+

Uma cerimônia na manhã deste domingo, 23, marcou a entrega da obra física do Centro de Convenções e Eventos de Balneário Camboriú, o maior do Sul do Brasil. A estrutura, com 33,5 mil m² e capacidade para 20 mil pessoas, estará pronta e em operação no fim do primeiro semestre de 2019. O governador, Eduardo Pinho Moreira, e o secretário de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, Tufi Michreff Neto, participaram da solenidade, que contou também com a presença dos ministros Vinicius Lummertz (Turismo) e Carlos Marun (Secretaria de Governo), e demais autoridades.

No total, foram investidos aproximadamente R$ 139 milhões na obra, o que inclui também o valor para climatização, elevadores e divisórias, que ficam prontas no próximo ano. Os recursos são provenientes dos três entes federativos: União, Estado e prefeitura.

No ato, o governador Eduardo Pinho Moreira informou que já conversou sobre o Centro de Eventos com o seu sucessor, Carlos Moisés da Silva. Segundo Moreira, o próximo chefe do Executivo também entende que o local deve ser gerido pela iniciativa privada. “Falei com o Moisés, que assume daqui a alguns dias, e ele tem o mesmo sentimento: o governo deve cuidar daquilo que é essencial para a população, não atrapalhando o desenvolvimento”, contou o atual governador, complementando que o edital de licitação já está sendo desenvolvido. 

O secretário Tufi Michreff Neto informou que a licitação para a compra dos elevadores, das divisórias e da instalação do sistema de ar condicionado deve ser lançada em 14 de janeiro. Os recursos, de pouco mais de R$ 15 milhões, já estão assegurados: “Inicialmente, a aquisição desses equipamentos complementares não seria feita pelo Estado, mas pela empresa que vencer a concessão. No entanto, o governo entendeu que comprá-los aceleraria a utilização do Centro de Eventos”.

Michreff ainda afirmou que a entrega da obra física é uma importante sinalização para o mercado de que o espaço estará em breve em operação, uma vez que a atração de grandes eventos costuma ocorrer com pelo menos um ano de antecedência. Agora, o Estado aguarda a liberação do Corpo de Bombeiros para testar a estrutura em competições indoor nos próximos meses.

O ministro Carlos Marun, em conversa com a imprensa, disse que a entrega da obra civil era uma prioridade da gestão Temer, que colocou recursos e se empenhou pessoalmente para transformar um antigo desejo da região em realidade: “O fato de ter sido incluído no Desafio Chave de Ouro é um selo da importância dessa obra. Temos a convicção de que esse Centro de Convenções representa um novo e positivo momento para o turismo da região e de toda Santa Catarina”.

Também presente na entrega da obra física, o ministro Vinicius Lummertz lembrou que o turismo de negócios é que deixa mais dinheiro nas cidades e ajuda a quebrar a sazonalidade. Segundo ele, diversos setores da economia serão beneficiados quando o Centro de Eventos entrar definitivamente em operação. “Veremos mais hotéis sendo construídos, por exemplo. A escala de eventos leva de cinco a seis anos. Agora é o momento da captação”, afirmou Lummertz.

JSN Boot template designed by JoomlaShine.com

Desenvolvimento: logo ciasc rodape | Gestão do Conteúdo: SOL | Tecnologia: Open Source | Acesso restrito