A- A A+

O secretário de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, Leonel Pavan, destacou nesta terça-feira, 8, em Joinville, na abertura oficial do 3º Seminário Mice SC, a força do segmento na economia de Santa Catarina e a importância do evento para o desenvolvimento do setor no Estado. “O turismo hoje representa 12% do Produto Interno Bruto (PIB) de Santa Catarina, gerando em torno de R$ 45 bilhões e impactando na vida de pelo menos 600 mil pessoas. Isso porque o turismo engloba uma cadeia de empresas, indústrias e profissionais envolvidos na produção”, observou Pavan.

mice 10
O Mice (sigla para Meetings, Incentives, Conferences and Exhibitions) refere-se ao turismo gerado pelo segmento de negócios e eventos, por meio de reuniões, incentivos, congressos e exposições. “O turismo é um negócio muito amplo, é a maior indústria do mundo, não é apenas para tirar férias ou ir para um hotel ou a um restaurante. Mexe com toda a economia. Encontros como esse são importantes e não podem parar aqui”, acrescentou o secretário, que à tarde participou, também em Joinville, da reunião do Conselho Estadual de Turismo.

mice1 1

Durante o seminário foi firmado um convênio entre a Fecomércio SC e a Federação dos Conventions & Visitors Bureau de Santa Catarina (FC&VB), visando a impulsionar o setor fundamentado no Mice, com seminários e formação técnica da cadeia de turismo local. “A assinatura inaugura uma nova fase para o turismo em Santa Catarina. Vamos poder trabalhar todas as regiões do Estado, priorizando a vocação turística de cada região”, garantiu a presidente da FC&VB, Jô Cintra, que também preside o GT de Turismo de Negócios e Eventos. “Vamos compartilhar nossa expertise com o trade para criar um ambiente jurídico e seguro nos âmbitos nacional, estadual e municipal”, disse o presidente da Fecomércio SC, Bruno Breithaupt.

A programação do seminário ainda contou com palestra da chefe de Gabinete da presidência da Embratur, Kátia Bitencourt, sobre “Inovação e Criatividade no Turismo”; do diretor comercial do Rio Convention e Visitors Bureau (CVB), Michael Nagy, que falou sobre “O Futuro das Viagens de Incentivo”. Ainda pela manhã ocorreram as palestras do presidente executivo da União Brasileira dos Promotores de Feiras (Ubrafe), Armando Campos Mello e do presidente da Ampe de Brusque, Ademir José Jorge, que apresentou o case “Pronegócio Brusque – Evento: uma oportunidade para todos os destinos”.

À tarde, a programação contou com as palestras da CEO da Clear Inovação, Fernanda Bornhausen de Sá, e da diretora executiva do CVB de Bogotá, Sandra Garcia, que falou sobre “Bogotá: um case de êxito no turismo Mice”.

O Seminário MICE foi promovido pela Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, por meio do Grupo de Trabalho (GT) de Turismo, Negócios e Eventos e corealizado pelo Santa Catarina Convention & Visitors Bureau e Joinville e Região Convention & Visitors Bureau.

 

Ascom/SOL

Desenvolvimento: logo ciasc rodape | Gestão do Conteúdo: SOL | Tecnologia: Open Source | Acesso restrito