A- A A+

Florianópolis será sede dos principais eventos de inovação do turismo mundial. Em abril de 2020, a capital catarinense receberá o fórum especializado Tourism Tech Adventures (TTA), promovido pela Organização Mundial do Turismo (OMT) e também a OMT Competição Nacional de Startups de Turismo, em parceria com o Wakalua, hub de inovação com sede na Espanha, em Madri.


(Fotos: Bob Castro / MTur)

Nesta terça-feira, 3, o anúncio foi realizado no lançamento da Semana Nacional do Turismo, em Belo Horizonte, com a presença da especialista em Transformação e Inovação Digital da OMT, Natália Bayona, do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, da presidente da Agência de Desenvolvimento de Turismo de Santa Catarina (Santur), Flavia Didomenico, e do diretor do Wakalua, Eduardo Lorea. “A vinda do Wakalua é muito importante, já que esse é o principal hub de inovação para o turismo. Esse evento iria para a Colômbia, mas fomos até Madri para fazer essa negociação, e o Brasil merece esse evento. É fundamental para trazermos soluções tecnológicas e de inovação para o turismo brasileiro e do Mercosul”, destacou o ministro Marcelo Antônio.

Com sede em Madri, na Espanha, o Wakalua foi criado em 2019 e é o primeiro hub de inovação em turismo, que promove ações público-privadas em diversas regiões do mundo. Durante a primeira competição global de startups de turismo, em 2018, participaram projetos de 133 países.“A gente sabe da importância para o Brasil desse tipo de iniciativa, e Santa Catarina tem como missão ser o estado mais inovador do país. Por isso, recebemos de forma ágil esse evento junto ao Ministério e à OMT, porque entendemos que o turismo será fortalecido não somente em Santa Catarina, mas em todo o país”, afirmou a presidente da Santur, Flavia Didomenico. “Nós precisamos desse tipo de parceria com a OMT para que possamos criar esse ecossistema de forma nacional. Que o Brasil seja a sede desse hub tão esperado para despertarmos ainda mais para o turismo”, acrescentou.

Florianópolis desbancou outras capitais brasileiras para receber a UNWTO Tourism Startup Competition e também o Tourism Tech Adventures (TTA), um fórum que reúne autoridades governamentais da América do Sul e também especialistas em tecnologia e inovações. Além do potencial turístico da região, o ecossistema de tecnologia e inovação que é referência nacional também contou pontos para a atração do evento. “Estar hoje no Brasil é uma honra. Hoje é um dia muito especial. Estamos aqui pela inovação e a transformação, as nossas prioridades para um turismo econômico e sustentável. Florianópolis será uma sede muito especial e queremos criar um ecossistema comprometido para trabalhar de forma conjunta os setores envolvidos no turismo”, disse a representante da OMT Natália Bayona.

O Wakalua atua com três programas principais: a transformação digital para o turismo, o impulso do ecossistema de inovação para o setor e também a conexão estratégica para o investimento em startups.
“Vamos fazer uma competição dedicada ao Brasil para que todos com interesse nesse assunto possam apresentar as suas iniciativas. Essa competição inicia em abril, em Florianópolis, e terá o seu final em julho, em Belo Horizonte. É uma felicidade muito grande trazer essa experiência para o Brasil”, falou Eduardo Lorea, diretor do Wakalua.

Ainda para 2020, a OMT deve definir a implantação do Wakalua no Brasil, incluindo o local para instalação da sede do hub e seu programa de atividades, no segundo semestre.

 

JSN Boot template designed by JoomlaShine.com

Desenvolvimento: logo ciasc rodape | Gestão do Conteúdo: SANTUR | Tecnologia: Open Source | Acesso restrito