A- A A+

Cachoeira do Tigre Preto JacintoMachado CC. Arq. Santur 23Rio Boi interior do canyon Itaimbezinho praiagrande NIK 4314MakitoTRILHA DAS FURNAS Rio Manoel Alves morrogrande NIK9850 Markito

 

Geoparques são áreas geográficas únicas e contínuas distinguidas pela UNESCO e pela União Internacional de Ciências Geológicas como sendo de grande importância mundial. Atualmente, existem 127 Geoparques da UNESCO. O objetivo é preservar o patrimônio geológico para as futuras gerações, ensinar sobre temas relativos às geociências e ao desenvolvimento sustentável, promover meios de pesquisa, assegurar a conservação do patrimônio geológico e valorizar o patrimônio natural e cultural. Além disso, promove o desenvolvimento regional, de modo econômico e ambientalmente sustentável, especialmente por meio do geoturismo e do ecoturismo.

A proposta do Geoparque Caminho dos Cânions do Sul abrange 2.830 km² pelos municípios de Jacinto Machado, Morro Grande, Praia Grande e Timbé do Sul, em Santa Catarina. O estado do Rio Grande do Sul também faz parte da proposta, com os municípios de Cambará do Sul, Mampituba e Torres.

Os Cânions do Sul formam os maiores cânions da América Latina! Sua origem remonta à Pangeia, o supercontinente, que na separação em Laurásia e Gondwana, formou os Cânions do Sul. A região de Santa Catarina se conectava com o norte da Namíbia, no continente africano.

Dentro do Geoparque Caminhos Cânions do Sul, ainda se encontram os Parques Nacionais Aparados da Serra e da Serra Geral, a Reserva da Biosfera da Mata Atlântica, a APA Rota do Sol, os Parques Estaduais de Taínhas, de Itapeva e da Guarita. A quantidade de áreas protegidas aumenta a relevância do Geoparque também para a conservação da biodiversidade.

O Geopaque também possui elementos geológicos que contam o passado da Terra e da Vida, assim como sítios arqueológicos e paleontológicos com grande potencial para o estudo científico. Abriga praias, lagos, dunas, rios, falésias, mirantes, furnas, trilhas e belezas cênicas, todos atrativos que promovem turismo rural, ecológico, de aventura, de contemplação, científico e cultural.

O desenvolvimento integrado do turismo, incrementando a oferta turística, oferece mais trabalho e renda para a população. Além de promover a demanda por produtos locais. Vale a pena visitar a região!

Imagens de Markito. Texto de Iohranna Helena Muller, bióloga. Edição de Bianca Vieira, Gerente de Marketing Digital.

JSN Boot template designed by JoomlaShine.com

Desenvolvimento: logo ciasc rodape | Gestão do Conteúdo: SOL | Tecnologia: Open Source | Acesso restrito